Cancelamento de vôo, minha experiência com a Air France

Várias pessoas já tiveram alguma experiência com cancelamento de vôo e muitas reclamam da conduta das companhias aéreas que acabam deixando muito a desejar, mas a minha experiência com a Air France foi bastante positiva e faço questão de relatar.

Eu e meu marido havíamos saído de Gênova, Itália, e após um vôo de aproximadamente duas horas chegamos à Paris, onde faríamos conexão para o Rio de Janeiro e depois para BH.

Eu toda feliz, até então!!! Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei...

Eu toda feliz, até então!!! Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

Anoitecendo no Aeroporto Charles de Gaulle. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei...

Anoitecendo no Aeroporto Charles de Gaulle. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

Aguardaríamos três horas até nosso vôo que sairia às 23:30 horas e para nossa surpresa, faltando meia hora para nosso embarque ouvimos um aviso nos alto-falantes de que nosso vôo havia sido cancelado.

Cheguei a pensar o que viria depois dessa mensagem, já que a nossa experiência com cancelamentos de vôos até então era nula.

Nos juntamos aos outros passageiros no portão de embarque em busca de respostas, mas um funcionário da empresa disse que era para procurarmos o guichê número X e que lá dariam todas as informações necessárias.

Alguns passageiros haviam escutado dele também que se tratava de um problema técnico com a aeronave e que o vôo seria transferido para o outro dia, às 10:00 horas da manhã.

Houve um certo tumulto, porque havia muita gente ali já à espera do embarque e dentre estas, algumas mães com crianças e idosos.

Seguimos junto com outros passageiros em busca das informações no tal guichê, só que para isto, tivemos que passar pela imigração francesa de novo, dando nova entrada no país, e enfrentar a fila enorme que já tinha se formado, inclusive com passageiros de outros vôos que haviam chegado.

Fila para a imigração francesa. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei...

Fila para a imigração francesa. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

No guichê da Air France indicado, outra enorme fila se formava, e as atendentes bastante solícitas iam prestando explicações e nos fornecendo os vouchers do hotel onde dormiríamos, mais dois outros de 5 euros cada, nominais, para o café da manhã do dia seguinte.

vouchers para o café da manhã. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei...

vouchers para o café da manhã. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

Nos forneceram também água mineral à vontade e uma caixa com alimentos para cada passageiro, além de duas necessaires com vários itens de higiene e camisetas para dormir, já que as bagagens continuariam no aeroporto.

Nossas caixas com alimentos. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei...

Nossas caixas com alimentos. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

Itens de cada caixa. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei...

Itens de cada caixa. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

Sopa instantânea. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei...

Sopa instantânea. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

Torradas. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei...

Torradas. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

Patê de pato. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei...

Patê de pato. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

Purê de maçã. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei...

Purê de maçã. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

Sobremesa de chocolate. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei...

Sobremesa de chocolate. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

A necessaire. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei...

A necessaire. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

Itens de higiene variados e uma camiseta. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei...

Itens de higiene variados e uma camiseta. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

O transporte dos passageiros foi feito por vários ônibus para alguns hotéis próximos da Eurodisney.

Pegando a estrada já à noite. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei...

Pegando a estrada já à noite. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

Nosso hotel foi o B&B Hôtel à Disneyland Paris

Nossa hospedagem foi no B&B Hôtel à Disneyland Paris – Foto: Booking.com

Recepção do nosso hotel

Recepção do nosso hotel – Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

Recepção do hotel. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei...

Recepção do hotel. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

Eu e meu marido achamos o hotel bem confortável, sem luxo, mas com tudo que precisaríamos para passar a noite com conforto.

Nosso quarto com uma cama de casal. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei...

Nosso quarto com uma cama de casal. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

Bem confortável. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei...

Bem confortável. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

e duas camas de solteiro. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei...

e duas camas de solteiro. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

Pia do banheiro. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei...

Pia do banheiro. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

E a ducha bem ao estilo francês. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei...

E a ducha bem ao estilo francês. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

No outro dia levantamos bem cedo, porque às 6:00 horas já teria ônibus para o Aeroporto Charles de Gaulle e conseguimos pegar o primeiro.

Nosso quarto possuía vista para o jardim. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei...

Nosso quarto tinha vista para o jardim. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

Fizemos o check in novamente e recebemos mais dois vouchers para o café da manhã, totalizando 20 euros, considerando os dois recebidos na noite anterior, porém três foram mais do que suficientes e sobrou um.

Nosso avião já estava no pátio. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei...

Nosso avião já estava no pátio. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

Passamos novamente pela imigração francesa e finalmente fizemos o embarque em nosso vôo que partiu no horário informado e sem problemas.

A linda decolagem do Aeroporto Charles de Gaulle. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei...

A linda decolagem do Aeroporto Charles de Gaulle. Foto: GGOP / Blog Destinos por onde andei…

Chegando ao Rio de Janeiro e após passarmos pela imigração brasileira, fomos receber nossos bilhetes para Belo Horizonte e um funcionário da Air France nos entregou um voucher para uma noite em um hotel do aeroporto Galeão com direito à jantar.

Decidimos seguir viagem e fomos ao guichê da Air France que nos colocou no vôo de 22:00 horas para Belo Horizonte e finalmente chegamos em casa.

Mesmo tendo sido muito cansativo e termos chegado ao nosso destino um dia após o planejado, considero que a Air France foi muito eficiente e séria em atender às necessidades de todos os passageiros.

Os funcionários foram muito simpáticos e competentes, atendendo às demandas de cada passageiro e oferecendo todo o apoio necessário, inclusive durante os vôos.

Posteriormente enviamos todos os comprovantes de nossa viagem, bilhetes, vouchers, nossos documentos, solicitando a indenização que tínhamos direito e mais uma vez fomos prontamente atendidos pela Air France.

Recebemos 600 euros por pessoa, totalizando 1.200 euros, que foram depositados em nossa conta corrente em um prazo inferior à uma semana, à partir do envio da documentação e sem questionamentos.

Se eu voaria novamente pela Air France? Com toda a certeza, inclusive será minha primeira opção de companhia aérea para a Europa, além de sempre recomendá-la à todos.

Gisele Prosdocimi

Gisele Prosdocimi

Amo viagens, fotografia e gastronomia, posto tudo aqui no blog com o objetivo de informar, registrar e compartilhar lugares e momentos maravilhosos com as pessoas que também curtem estes hobbies.
Gisele Prosdocimi

Últimos posts por Gisele Prosdocimi (exibir todos)

14 comentários sobre “Cancelamento de vôo, minha experiência com a Air France

  1. Simôni M. Marinho

    Se vc não tem pressa pra voltar, acaba sendo uma extensão da viagem! Parabéns à cia.aérea e pra vc por compartilhar bons trabalhos!

  2. Filipe Morato Gomes

    É sempre bom quando as companhias aéreas tratam os seus passageiros com dignidade quando há problemas com os seus voos. A atitude da Air France pareceu boa, mas não se esqueça, no entanto, que pode pedir uma indemnização, fixada em 600€ para voos intercontinentais (a não ser que o cancelamento se deva a motivos de força maior, como tempestade ou greve). Veja se este guia dos direitos dos passageiros vos pode ajudar. Abraço e boas viagens.

    1. Gisele Prosdocimi Autor da Postagem

      Olá Filipe, fizemos isto sim e fomos prontamente atendidos pela Air France, sem questionamentos e em um prazo recorde. É uma empresa muito séria e recomendo à todos. O post já está atualizado com estas informações, obrigada pela visita.

  3. Itamar Japa

    Parabéns pra Air France!!! Nós tivemos uma experiencia horrível com a TAM que simplesmente nos abandonou no aeroporto do Paraguai, sem assistência alguma! Não adiantou bater o pé, espernear nem nada, tivemos que, literalmente, se virar pra tudo!!! O caso está na justiça. Ainda vou escrever sobre a experiência, que foi totalmente negativa, ao contrário da sua… Mas faz parte, ponto pra Air France! 🙂

    1. Gisele Prosdocimi Autor da Postagem

      Puxa vida, Itamar, é um absurdo o que certas companhias aéreas fazem com os passageiros, em vez de mantê-los como clientes fiéis, os tratam como se não fossem precisar deles nunca mais. Obrigada.

  4. Rafaela Ely

    Bah, eu também tive problemas com a AirFrance (contei aqui: bit.ly/meleva_poacdg), mas, apesar do stress, tudo deu certo também! Quando acontece comigo, sempre fico com raiva da companhia, juro que nunca mais vou voar com eles, mas, na hora de comprar, sempre acabo comprando a passagem mais barata… hehehehe. Que bom que funcionou tudo direitinho com vocês! Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *