Roteiro de 3 dias em Buenos Aires

Para quem tem pouco tempo para viajar e pretende dar uma escapa até a Argentina, criei este Roteiro de 3 dias em Buenos Aires que vai ajudar bastante o viajante que vai a primeira vez à capital portenha ou está retornando e gostaria de ver um pouco mais. Garanto que ambos irão gostar e terão boas surpresas.

Com certeza, o viajante já ficou de olho nas promoções das companhias aéreas que fazem o destino, são elas:  Aerolíneas Argentinas, TAM, Gol, Qatar e Turkish. Mesmo com ótimas tarifas, o que encarece as passagens aéreas são as salgadas taxas aeroportuárias argentinas, de doer no bolso.

Não deixe de consultar a Trivago sobre as melhores opções de hospedagem em Buenos Aires.

dealform 468x60

Buenos Aires conta com dois aeroportos: Ezeiza, o mais distante, em torno de 40 minutos e o Aeroparque, em torno de 20 minutos, ambos até o Centro. Considere pegar um táxi credenciado em um dos guichês no próprio aeroporto de chegada e já estar com o endereço do hotel em mãos para falar para o motorista.

Rio da Prata visto do Aeroparque

Rio da Prata visto do Aeroparque

BsAs, como também é conhecida, conta com o serviço de Uber, o que poderá facilitar e muito os trajetos para os passeios. Recomendo utilizar tanto este serviço quanto o de táxi, pois os preços poderão ficar bem em conta, principalmente se forem utilizados por um grupo pequeno de pessoas.

Buenos Aires é uma cidade linda, arborizada e bastante plana, só isto já garantiria uma viagem bastante agradável. Porém, ela é muito mais e oferece aos seus visitantes experiências maravilhosas na arte, cultura, história, gastronomia e lazer.

Um verdadeiro coquetel de prazeres que preencherá os dias do visitante que voltará para casa encantado e querendo retornar, com certeza.

 Então, vem comigo?

Primeiro dia

Iniciamos nosso roteiro pelo Centro, visitando uma das atrações mais tradicionais da cidade, a Casa Rosada ou Casa do Governo, declarada Patrimônio Histórico Nacional. A visita deverá ser agendada com pelo menos 15 dias de antecedência e é gratuita.

Casa Rosada

Casa Rosada

Site para agendamento: Casa Rosada

Logo em frente à Casa Rosada fica a Plaza de Mayo, a praça mais importante da cidade, palco de manifestações e eventos históricos do país. É nesta praça que se reúnem, toda quinta-feira, as Mães de Mayo, que se manifestam contra o desaparecimento de seus filhos pelo regime militar, muitos foram adotados por famílias de militares ou mortos.

Nos fundos da Casa Rosada fica o Museu Del Bicentenário, onde o visitante pode encontrar antigos objetos que contam a história dos ex-presidentes da Argentina, sendo, os que roubam a cena mesmo, os pertencentes à Juan Domingo Peron e Evita Peron.

Próximo dali fica a Catedral Metropolitana ou Igreja da Santíssima Trindade, em estilo neoclássico e onde está enterrado o General José de San Martin, um dos heróis da Independência.

A esta altura a hora do almoço já deve estar próxima, o melhor é seguir em direção ao Gran Café Tortoni e pedir uma das ótimas opções de almoço, além de conhecer o mais tradicional café de Buenos Aires.

Gran Café Tortoni

Gran Café Tortoni

Após momentos de descanso e descontração no Café Tortoni, retorne em direção novamente à Casa Rosada e siga para Puerto Madero, onde poderá apreciar o entardecer e conhecer uma das regiões mais bonitas de Buenos Aires.

Quer opções de hospedagem com o menor preço? Consulte a Trivago.

dealform 468x60

Para um programa noturno, indico a casa de espetáculos Madero Tango, que fica nesta região, sendo que a casa oferece traslados que buscam os clientes nos hotéis e retornam após o show, gratuitamente. A casa oferece espetáculos de tango completos, com artistas que dançam, cantam e representam, além de um jantar especial incluído na entrada.

Cartaz de apresentação do espetáculo do Madero Tango

Cartaz de apresentação do espetáculo do Madero Tango

Reservas com a Daytours4u

 

Segundo dia

Neste dia, percorra Buenos Aires conhecendo o labo B da cidade e outros pontos turísticos tradicionais que são imperdíveis.

O Tour Lado B é oferecido pelo Aires Buenos Tour e leva o turista para lugares pouco conhecidos e visitados habitualmente, mas onde se encontra a verdadeira essência da capital portenha, sempre aos sábados.

Um mini bus recolhe os passageiros e parte em direção aos pontos a serem visitados, sempre acompanhados por um guia brasileiro e um fotógrafo que irá disponibilizar as fotos dos passeios sem custo algum.

O primeiro ponto do Tour Lado B é ao lado do Edifício Otto Wulf, em Montserrat, uma linda obra arquitetônica projetada pelo arquiteto dinamarquês Morten F. Ronnow Jugendstil que esteve abandonada por muitos anos e hoje abriga escritórios comerciais e uma cafeteria no primeiro piso. É um dos edifícios mais importantes historicamente em Buenos Aires.

Em seguida, o micro ônibus passa em frente à outro edifício famoso, o Edifício de los Ingleses, local de moradia dos britânicos que trabalhavam na companhia de trens. Localizado em San Telmo,  hoje possui vários restaurantes no piso térreo.

O tour prossegue para o Bairro de Barracas, onde existem lindas obras de arte de rua, além de uma arquitetura típica e colorida.

O colorido de Barracas

O colorido de Barracas

Durante todo o percurso e pontos visitados o guia vai desvendando uma Buenos Aires muito interessante e repleta de histórias, uma riqueza cultural que vale a pena conhecer.

Em Barracas existe uma rua muito importante para os moradores do bairro, a Calle Lanín, que foi descoberta e renovada pelo artista plástico argentino Marino Santa Maria que é adorado por todos que vivem lá por ter chamado a atenção para a região através de sua arte e conseguido melhorar as condições de vida dos habitantes do bairro.

Em seguida o tour parte passando pela famosa Avenida 9 de Julio, onde está o Obelisco com as iniciais da cidade (BA), o edifício com a imagem de Evita Peron e outro edifício com o Monumento ao Corrupto, mais um detalhe escondido na cidade.

O passeio prossegue até o Teatro Colón e o Palácio de la Justicia de la Nacion, outros importantes edifícios da cidade e que merecem ser vistos.

Próxima parada a Plaza San Martin, linda, com árvores centenárias e muita história boa, a mais interessante delas é sobre a Igreja La Escondida, que envolve uma história de amor e ódio.

Plaza San Martin

Plaza San Martin

Se quiser saber mais sobre esta história fascinante leia o post do Turistando com a Lu, é surpreendente.

A minha sugestão de almoço ou jantar para este dia é em um restaurante italiano delicioso que fica em Palermo Soho, vale muito a pena conhecer o La Baita, leia neste post e saiba mais.  

Terceiro dia

Inicie o dia com um tour de bike com a Biking Buenos Aires pelos bosques de Palermo, visitando atrações pelo caminho que renderão um ótimo programa, proporcionando momentos de contemplação e conhecimento.

Partindo do Jardim Botânico, a primeira parada é o Cemitério da Recoleta; sim, um cemitério, por que não? Mas não é um cemitério qualquer. No Recoleta  está enterrada ninguém menos que  Evita Peron e seu túmulo é um dos mais visitados por lá.

Cemitério da Recoleta

Cemitério da Recoleta

Eu conheci o Cemitério da Recoleta e achei bem interessante e não tem nada de amedrontador, pelo contrário. Os visitantes circulam por lá livremente passando pelos pontos mais importantes e pelas esculturas que são verdadeiras obras de arte.

Logo depois o tour parte para o monumento Floralis Genérica, uma flor gigante, doada à cidade pelo arquiteto argentino Eduardo Catalano.

É um parque aberto, todo gramado, muito bonito e com a Floralis instalada dentro de um reservatório com água e rodeada de plantas. Vale muito a pena conhecer!

Florális Genérica

Florális Genérica

Em seguida a próxima parada é o Rosedal, que está instalado no Parque Três de Fevereiro, com vários canteiros repletos delas, de todos os tipos, cores e perfumes.

Possuindo mais de 18 mil roseiras, foi declarado Patrimônio Histórico Nacional e condecorado com o Garden Excellence Award, um reconhecimento internacional dado aos jardins de rosas pela Federação Mundial das Sociedades de Rosas.

As melhores épocas para se visitar o Rosedal são na Primavera (21 de setembro a 20 de dezembro) e no Verão (21 de dezembro a 20 de março), épocas de floração.

Roteiro de 3 dias em Buenos Aires - Rosedal

Roteiro de 3 dias em Buenos Aires – Rosedal

O tour termina por onde começou, no Jardim Botânico da capital portenha, garanto que será uma das melhores experiências da sua vida.

 

Após o tour não deixe de conhecer o restaurante Lo de Jesus, aberto desde 1953,  e experimentar as deliciosas saladas e carnes argentinas, acompanhadas de um vinho Malbec especial, já que a La Malbequeria, também é propriedade da casa e fica em uma loja anexa. Recomendo!

Restaurante Lo de Jesus

Restaurante Lo de Jesus

Reservas pelo telefone: 4831-1961

E aí, gostou do roteiro que montei para sua viagem em Buenos Aires? Espero que sim e que sirva para que tenha momentos maravilhosos na Capital Portenha.

Se quiser guardar este roteiro para quando for visitar Buenos Aires, basta fazer um Pin na foto abaixo e salvar este conteúdo para consultá-lo depois.

Só a Trivago  te ajuda a encontrar as melhores opções de hospedagem com o menor custo, consulte abaixo e faça já sua reserva para Buenos Aires.

dealform 468x60

Gisele Prosdocimi

Gisele Prosdocimi

Amo viagens, fotografia e gastronomia, posto tudo aqui no blog com o objetivo de informar, registrar e compartilhar lugares e momentos maravilhosos com as pessoas que também curtem estes hobbies.
Gisele Prosdocimi

Últimos posts por Gisele Prosdocimi (exibir todos)

20 comentários sobre “Roteiro de 3 dias em Buenos Aires

  1. Laura Sette

    Adorei o roteiro, Gisele! Parece bem completo e bem distribuído. Já estive em BsAs, mas a trabalho, então não consegui conhecer quase nada 🙁
    Fiquei encantada com o Rosedal, deve ser lindo ao vivo!
    Parabéns pelo post!
    Bjos

  2. Gabriel

    Ótimo roteiro! Acabo de voltar de BsAs e consegui seguir praticamente todas as indicações, associadas a outras de outros blogs. Vale um comentário: NÃO recomendo Barracas! Resolvi explorar a região caminhando do Caminito até a Calle Lanin. Super perigosa! Não vale o risco e a Calle Lanin não passa de uma rua deserta com algumas casas decoradas com pouquissimos mosaicos. De lá consegui condução através do Uber, com dificuldade, até o Obelisco. Até o condutor do veículo me perguntou o que eu fazia alí naquela região. Não se arrisquem!

    1. Gisele Prosdocimi Autor da Postagem

      Oi, Gabriel, que bom que gostou do meu roteiro, fico muito feliz, porque fiz com muito carinho para vocês, leitores do blog. Já em relação à Barracas, eu fui em um tour guiado, com um grupo de blogueiros de viagem e no período da manhã, então não sentimos insegurança na região, nem na Calle Lanin. Realmente não é uma região movimentada, mas fica o seu alerta aqui para que pessoas sozinhas evitem circular por lá. Muito bacana seu retorno aqui, isso contribui muito com outros viajantes, muito obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *