Lugano, Suíça, bate e volta à partir de Milão

Lugano é a cidade suíça mais italiana que existe, exatamente pela proximidade com o país da bota, o que faz dela um ótimo destino para um bate e volta partindo de Milão.

O idioma oficial é o italiano, é banhada pelo Lago de Lugano que lhe confere uma paisagem deslumbrante, com a água em tonalidade azul e as montanhas verdes como moldura, um lugar realmente espetacular.

Saímos de Milão de manhã e após uma hora aproximadamente já estávamos em Lugano, na Suíça, na região do Ticino, que é linda demais.

A paisagem da viagem é de encher os olhos

A paisagem da viagem é de encher os olhos

com lagos, montanhas e barquinhos

com lagos, montanhas e barquinhos

Antes porém, paramos na estação de Chiasso, já na Suíça, para a troca obrigatória do trem que nos levaria para Lugano e assim prosseguimos nossa viagem.

Estação de Chiasso

Estação de Chiasso

Descemos na Estação Lugano Paradiso, anterior à Estação Lugano que fica próxima ao Funicular que leva ao centrinho da cidade, mas este estava em reforma.

Uma estação bem simples

Uma estação bem simples

Da Estação Lugano Paradiso seguimos a pé para um dos pontos turísticos da cidade e que eu queria muito conhecer, o jato de água à beira do Lago de Lugano e que por sorte estava funcionando, lindo.

Á medida que descíamos já íamos avistando o lago

Á medida que descíamos já íamos avistando o lago

e chegamos à praça que fica em frente ao jato de água, aquela sentadinha ali sou eu.

e chegamos à praça que fica em frente ao jato de água, aquela sentadinha ali sou eu.

Seguimos por uma alameda paralela ao lago e em direção ao centro histórico, e durante o percurso podíamos admirar toda a beleza da região.

O jato de água ia ficando cada vez mais longe

À medida que o jato de água ia ficando cada vez mais longe

a beleza da cidade ia aumentando

a cidade ia se exibindo para nós

um painel com o mapa da cidade nos indicava que já havíamos andado bastante

um painel com o mapa da cidade nos indicava que já havíamos andado bastante

Lugano é um local que atrai muitas pessoas interessadas em arte e nas ruas encontramos muitas obras que enfeitam a cidade.

Peças em metal

Peças em metal,

madeira

madeira

e pedra.

e pedra.

Pássaros em metal ornamentam a fonte de água potável

Pássaros em metal ornamentam a fonte de água potável

E local para projeção das artes é o que não falta na cidade, bons exemplos são o LAC – Lugano Arte e Cultura, um centro cultural com a proposta de se tornar uma das mais importantes instituições culturais da Suíça e a Sotheby´s, uma empresa que atua no ramo de leilões e venda de objetos de arte, artigos e bens de alto valor.

Uma árvore linda em frente à Sotheby´s

Uma árvore linda em frente à Sotheby´s

Enquanto caminhávamos pela alameda, íamos observando a tranquila movimentação da região. Crianças, jovens e idosos circulavam pelo local, onde cães guiados por seus donos compartilhavam do mesmo espaço em total harmonia.

Caminhamos pela alameda paralela ao Lago de Lugano

Caminhamos pela alameda paralela ao Lago de Lugano

de onde observávamos os barcos de passeio, este com a bandeira suíça.

de onde observávamos os barcos de passeio, este com a bandeira suíça.

A grandeza do lago

A grandeza do lago

que é invadido pelos pequenos píeres

que é invadido pelos pequenos píeres

Estação Lugano - Centrale, onde barcos maiores atracam

Estação Lugano – Centrale, onde barcos maiores atracam

E foi prosseguindo com nosso passeio “super relaxante” que chegamos ao centro histórico e mais um dos pontos fortes de Lugano.

Flores por toda parte

Flores por toda parte

Fontes de água potável

Fontes

de água potável

de água potável

Agora que a brincadeira ia começar, hora de experimentar as delícias que o centro histórico nos reservava.

Lojas com o autêntico

Lojas com o autêntico

chocolate suíço

chocolate suíço

Quer conhecer esta loja, a Läderach, recheada de deliciosos chocolates? Leia neste post!!!

 

barracas de frutas e legumes

barracas de frutas e legumes

e a tradicional Salumeria Gabbani

A tradicional Salumeria Gabbani

com seus presuntos

com seus presuntos

e sanduíches maravilhosos

e sanduíches maravilhosos

E o Grand Café Al Porto, uma antiga cafeteria da cidade

E o Grand Café Al Porto, uma antiga cafeteria da cidade

E muito mais do que isto o centro histórico tem a oferecer, lindas lojas de grife, artistas expondo seus trabalhos e uma arquitetura linda.

A loja da grife Cartier

A loja da grife Cartier

a Prefeitura de Lugano

a Prefeitura de Lugano

prédios históricos

prédios históricos

retratados em obras de artistas da cidade

retratados em obras de artistas da cidade

e outros mais

e outros mais

Em cada janela flores para enfeitar

Em cada janela flores para enfeitar

Após passearmos bastante pela cidade seguimos em direção à Estação Lugano, e foi quando ficamos sabendo que o funicular que facilitaria a nossa vida na subida íngreme estava fechado para reforma.

Encaramos uma subida considerável

Encaramos uma subida considerável

mas com detalhes que poderiam passar despercebidos

mas com detalhes que poderiam passar despercebidos

como esta graciosa floricultura

como esta graciosa floricultura

E quando finalmente chegamos à estação pudemos admirar a cidade do alto e registrar a linda paisagem que se tem de lá.

Ao fundo o lago azul,

Ao fundo o lago azul,

detalhes da cidade

detalhes da cidade

dos trilhos do funicular

dos trilhos do funicular

e em primeiro plano minha felicidade

e da minha felicidade em primeiro plano.

Depois foi só seguir viagem pelo caminho lindo que levava de volta à Milão, com lagos, montanhas e uma vontade de retornar assim que for possível.

Paisagem pelo caminho de volta

Paisagem pelo caminho de volta

com registros encantadores

com registros encantadores

Super indico esse passeio para quem estiver em Milão ou nas proximidades, pois vale realmente muito a pena conhecer Lugano.


Booking.com

Gisele Prosdocimi

Gisele Prosdocimi

Amo viagens, fotografia e gastronomia, posto tudo aqui no blog com o objetivo de informar, registrar e compartilhar lugares e momentos maravilhosos com as pessoas que também curtem estes hobbies.
Gisele Prosdocimi

Últimos posts por Gisele Prosdocimi (exibir todos)

30 comentários sobre “Lugano, Suíça, bate e volta à partir de Milão

  1. Alyssa

    Confesso que fiquei muito triste de ler esse post perto da hora do almoço, me deu uma fooooome! Lugano parece ser lindo mesmo, olha essas fotos!! Quando for a Milão vou tentar reservar um dia para esse bate e volta, parece valer muuito a pena! 😀

  2. Naiara Back

    Eu sempre quis viajar para a Suíça e nunca tinha pensado nessa opção de bate e volta de Milão. Na próxima ida para o país da bota, hehe… vou reservar um dia a mais pra isso. Adorei! Quanto saiu as passagens?

    1. Gisele Prosdocimi Autor da Postagem

      Oi, Naiara, é um ótima opção mesmo esse bate e volta para conhecer mais uma cidade e um país à partir do país da bota, que amo por sinal. As passagens custaram 14,50 euros de Milano Centrale para Lugano e 16,00 francos suíços de Lugano para Milano, isso para um passageiro.

  3. TAISUKE NOGUCHI

    Adorei seu depoimento. Lindas fotos. Parabéns!
    Estou pensando em fazer o mesmo bate e volta em maio/2017, quando estarei em Milão. Tenho uma dúvida. Há alguma burocracia de fronteira, quando se vai de trem?
    Desde já obrigado

    1. Gisele Prosdocimi Autor da Postagem

      Olá, Taisuke, obrigada pelo comentário. Não existe nenhuma burocracia na fronteira da Itália para a Suíça atualmente, a parada para a troca de trem é bem tranquila e segura. Espero que aproveite bastante deste bate e volta, porque vale muito a pena mesmo. Grande abraço.

  4. Juan Francisco Munoz Cruz

    Gisele, estou com viagem pela Itália e já reservei bate volta Milão- Lugano. A cidade parece ser incrível. Seu post foi muito.legal Adoro relógios e te pergunto: os relógios lá são bem mais baratos que em outros lugares? Vale a pena comprar? Abraço, Juan

    1. Gisele Prosdocimi Autor da Postagem

      Olá, Juan, bem vindo ao blog, que bom que gostou do post. Que delícia será fazer este bate e volta, tenho certeza de que vai gostar muito. Quanto aos relógios eu não pesquisei os preços por lá, mas em frente à loja de chocolates Läderach tem uma loja só de relógios suíços. Obrigada pelo comentário.

  5. TAISUKE NOGUCHI

    Me surgiu mais uma dúvida. Lá eles aceitam normalmente o EURO ou é necessário levar Francos Suíços? E se aceitam Euro, qual a conversão utilizada?
    Novamente parabéns pelo relato fantástico e desde já obrigado!

    1. Gisele Prosdocimi Autor da Postagem

      Sim, eles aceitam euros e você não vai precisar fazer o câmbio para Francos Suíços, então não precisa se preocupar com a conversão das duas moedas. Muito obrigada, fico feliz que tenha gostado e por poder tirar algumas dúvidas deste passeio incrível. Depois conte aqui pra gente se gostou. Abraços.

  6. anita freire

    Muito legal as suas sugestões.
    Estaremos na Itália em outubro, e iremos fazer esse roteiro suíço.
    Gostaria de saber, estando na Itália, quanto devo levar para as refeições de dois adultos.Lembrando que não costumamos frequentar restaurantes chiques.
    Muito grata,
    Anita

    1. Gisele Prosdocimi Autor da Postagem

      Olá Anita, obrigada pela visita e comentário.
      Um valor para refeição por pessoa, tanto na Itália quanto em Lugano, na Suíça, gira na faixa de 12 a 20 euros, refeições simples, como pratos do dia, em restaurantes turísticos.
      Geralmente são massas, portanto, por volta de 40 euros para um almoço a dois é um valor razoável, sem considerar uma bebida.
      Levem um pouco mais, para beberem um vinho da casa, mas não se esqueçam de confirmar se estão pedindo realmente o prato do dia anunciado em cartazes nas entradas dos restaurantes, porque os pratos do cardápio costumam ser bem mais caros.
      No mais, curtam muito esta oportunidade de conhecerem estes destinos maravilhosos, como a Itália e Suíça. Grande abraço,
      Gisele

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *